Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

massarebarbativa



Sábado, 31.01.15

Um conto de crianças

Era uma vez um jardim à beira mar plantado. Este jardim era um sítio pobre mas as pessoas eram trabalhadoras, boas e simpáticas. Neste sítio mandava um coelho. Não era um coelho particularmente bonito, inteligente ou bem falante. Para mandar, este coelho rodeou-se de alguns gnomos. O coelho e os gnomos eram muito maus. Obrigavam as pessoas a trabalhar muitas horas seguidas e em troca do seu trabalho pagava-lhes um salário que não dava para quase nada. Os meninos iam para a escola com fome. Quem mandava na escola era o gnomo Pi que só cortava, cortava. Por isso, a escola era muito pobrezinha. Alguns meninos depois de acabarem a escola tinham que ir embora para outros sítios para não continuarem a passar fome. Quando ficavam doentes, as pessoas iam para o hospital. No inverno havia uma doença chamada gripe e algumas pessoas tinham de ficar em camas de faz de conta. Quem mandava no hospital era o gnomo Bisturi que só retalhava, retalhava. Por isso o hospital também era bastante pobrezinho.

Neste sítio lindo, às vezes, as pessoas chateavam-se umas com as outras e para resolver os seus problemas tinham de ir ao tribunal. Mas o tribunal ficava num buraco muito fundo e muito confuso, com muitos papéis e computadores que não funcionavam bem. Uma trapalhada! As pessoas ficavam quase sempre cansadas de esperar no buraco fundo que era o tribunal. Quem mandava nos tribunais era uma fada, sim neste país também havia uma fada. Esta fada chamava-se Greta.

Neste sítio além dos gnomos maus também existiam uns lobos maus que roubavam, enganavam e mentiam e não lhes acontecia nada. Aliás eram as pessoas boas e simpáticas que pagavam pelas suas trafulhices.

Para ajudar o coelho nas suas marotices havia um gnomo muito vaidoso e que falava muito bem muitas línguas de outros sítios. Este gnomo chamava-se U-Boat. Este gnomo estava sempre a passear por esses sítios das outras línguas.

E agora meninos sabem por que razão este lindo sítio era tão pobre?

Porque o coelho fazia tudo o que uma bruxa, muito má e cruel, chamada Troika, mandava. A bruxa má mandava tirar o dinheiro às pessoas e o coelho tirava. A bruxa má mandava despedir os papás dos meninos e ele despedia, e assim por diante.

Mas um dia as pessoas boas e simpáticas ouviram falar de um outro sítio ainda mais pobre do que aquele onde viviam. Nesse sítio as pessoas, que também eram boas e simpáticas, tinham dado um pontapé no rabo da bruxa má e no coelho que mandava nelas.

E agora meninos sabem o que disse o coelho que mandava no jardim à beira mar plantado?

Disse às pessoas que o que ouviram só podia ser um conto de crianças e que os contos de crianças não existem.

Vitória, vitória, acabou-se a estória.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Pagliacci às 15:04


6 comentários

De J.S.M.suave e nas tintas a 31.01.2015 às 17:39

Isto mais parece a choradeira do Calimero!
Vê-se mesmo que és muito mimado!
Deves estar habituado a ouvir uma história destas todas as noites, contada pela mamã, com direito a beijinho e a:" Bons sonhos; dorme bem, meu menino"

De Calimero a 01.02.2015 às 18:56

:D, Claro que sim. Quem não gosta de um conto antes de adormecer com um beijinho da mamã?! Provavelmente foste daqueles meninos que não teve mamã para contar histórias de embalar. Quem te contava as histórias? O Carlos Cruz?

De Jorge a 31.01.2015 às 19:55

Não percebo o que é que este post tem de especial para merecer o destaque Sapo. Em Portugal, tal como na Grécia, em que o Syriza se aliou à extrema-direita nazi, anti-semita, xenófobo, racista e homofóbico, só falta ver uma vaca voar, mas rampa de lançamento está quase concluida.

De ruinobre55@sapo.pt a 31.01.2015 às 20:25

Calado és Poeta...ó papaia do PSD.

De Helder a 31.01.2015 às 20:51

Não faz dormir, bem pelo contrário. Portugal será só um país de adultos senão tiver a capacidade de inventar uma outra história, uma história para as nossas crianças para que elas sejam um dia adultos com consciência e capazes de inventar novas histórias.

De alibaba a 31.01.2015 às 21:16

Je suis Syrisa!
Porquê?
Porque "podemos"!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Links

Literatura

Cultura

Astronomia